VEJA A PÁGINA 01 DO CAPÍTULO 01 DE ANARQUIA

Em comemoração ao Dia do Quadrinhos Nacional, divulgamos aqui a primeira página do primeiro capítulo de Anarquia. Não íamos soltar ainda, mas não poderíamos deixar de dar nossa contribuição às comemorações, certo?

Anarquia é criação de Emílio Baraçal e Carlos Eduardo Corrales (roteiros), Felipe Watanabe (desenhos), Carlos Eduardo Ferreira (arte-final) e Salvatore Aiala (cores).

Anúncios

Cynthia França e Anarquia

A ilustradora Cynthia França não é mais a desenhista de Anarquia. Depois de muita reunião, todas as partes chegaram a uma decisão. Ainda assim, ela estará conosco, como capista da série. E lógico, quando estiver em uma situação melhor, não exclui a possibilidade de ela desenhar algum edição. Nas palavras dela:

“Aos caros amigos do Zap HQ:

Venho por meio desta informá-los de que não estarei mais presente como quadrinista na saga Anarquia. Tive alguns problemas de ordem pessoal (doença na família), além de estar sobrecarregada de trabalho (sou ilustradora numa empresa de jogos), de forma que não poderei dar continuidade à produção.

O Emílio, com quem tive mais contato durante o processo, sempre me deu toda a força possível, tanto em técnica, ao enviar-me toneladas de material sobre quadrinhos, quanto em excelentes palavras sobre acreditar em mim mesma e no talento com que Deus me agraciou.

Essas palavras também me ajudaram a definir o meu rumo – e me levaram à conclusão de que sou muito mais ilustradora do que quadrinista. É por isto que, mesmo não desenhando mais as HQs da Anarquia, continuarei presente no projeto como capista – afinal de contas, é isto o que eu faço de melhor, e o Emílio me compreendeu muito bem nesta decisão.

Agradeço o carinho e o apoio de todos vocês… e em especial ao Emílio e ao Corrales, que se tornaram amigos, além de colegas profissionais.

Um abraço a todos,

Cynthia França.”

É isso aí. Mas não pense que dormimos no ponto. Já há um quadrinhista que preencheu o lugar deixado por ela, só não podemos divulgar a notícía por enquanto e o faremos assim que for possível.

Enquanto isso, ainda há vaga de desenhista para os outros três títulos: Os Bandeirantes, Cosmos e Arkanus. Clique aqui para saber como enviar seu trabalho para nós.

Anarquia: 1ª arte de divulgação.

Imagem-teaser de Anarquia, dando um palhinha do que ainda está por vir, cortesia da fantástica Cynthia França.

E ainda há as versões em wallpaper, que você pode pegar no Delfos, clicando aqui.

Anarquia é criação dos roteiristas Emílio Baraçal e Carlos Eduardo Corrales em conjunto com a artista Cynthia França.

O título mostra a busca por identidade de Adriana Katsumoto, cuja vida foi secretamente manipulada pelas autoridades para fins obscuros. No intuito de tomar o controle de sua própria vida, Adriana vê-se cada vez imersa na podridão e nas sujeiras dos bastidores do poder. Ao perseguir o que tanto deseja, acabará tendo que encarar políticos e empresários corruptos e seus inescrupulosos esquemas de propinas e acordos. Ao criar a persona de “Anarquia”, ela levará medo aos que sugaram da sociedade durante anos, tirando o poder deles e levando novamente ao povo.

Se quiser conhecer mais obras de Cynthia França, clique aqui e aqui.

Entrevista com a equipe criativa de Anarquia no Soc! Tum! Pow!

Foi publicada na noite de ontem a primeira entrevista com a equipe criativa de Anarquia, formada pelos roteiristas Emílio Baraçal e Carlos Eduardo Corrales, junto de sua artista, Cynthia França; no blog sobre quadrinhos Soc! Tum! Pow!. Eis o link:

Entrevista no Soc! Tum! Pow!

Aproveite a entrevista e também conheça mais o trabalho de Gustavo Vícola, mantenedor do blog.

Brincadeira com Anarquia

Enquanto a Cynthia França fazia os model-sheets de Anarquia conforme discutíamos o visual de cada personagem e falávamos sobre melhorias, ela foi criando algumas brincadeiras.

Apenas a título de curiosidade, estão aí:

Porque descontrair também é válido!

Para breve, esperem por novidades em relação à primeira imagem de divulgação de Anarquia.

Anarquia model-sheets: Anarquia

Cópia-de-Anarquia_complete_finalANARQUIA é o principal título dos quatro em desenvolvimento pelo Zap!HQ e agora são reveladas os model-sheets de Cynthia França.

O conceito de ANARQUIA segue o pensamento de um país onde a corrupção beira ao absurdo sem que ninguém possa – ou queira – fazer nada, uma figura, conhecida como Anarquia, surge para levar justiça aos corruptos e esperança ao povo.

ANARQUIA é sobre como o povo brasileiro é impotente perante as autoridades brasileiras e em como as pessoas se contentam com tão pouco devido a uma realidade dura e que dá três tapas na cara a cada um que a pessoa consegue desferir. O povo é constantemente acuado por leis antigas e que favorecem os mais poderosos, autoridades corruptas e falta de oportunidades para subir na vida.

Anarquia é uma desconhecida mulher mascarada que investiga a nata sócio-econômica, em busca de provas de desvios de dinheiro, caixa dois, favorecimento legislativo e outros fatos de abuso de poder, fazendo quem está na base da pirâmide social sofrer mais. Ela divulga essas provas ao mundo, criando uma inversão de papéis, onde os predadores passam a ter medo do que as outrora presas agora podem fazer ao ter alguém como Anarquia ao seu lado.

Naturalmente, a elite não irá ficar parada enquanto não tirá-la de circulação.

A personagem principal de ANARQUIA é uma jovem cuja vida tem sido manipulada por certas autoridades com razões obscuras. Quando descobre que sua vida nunca foi na verdade dela, a heroína se engaja em um idealismo onde investigará os podres e corruptos a fim de revelar ao povo tudo de sujo e ruim que as autoridades fazem com aqueles que verdadeiramente movem o país com seu dinheiro suado e honesto.

O quarto capítulo está sendo discutido entre os roteiristas Emílio Baraçal e Carlos Eduardo Corrales. Os três primeiros já estão escritos. Só o primeiro capítulo chegou a ter 23 versões. O primeiro arco terá oito capítulos. Nos desenhos, Cynthia França acabou os esboços e model-sheets dos personagens. Em breve, ela já começa a desenhar as páginas do primeiro capítulo.

O ZAP!HQ ainda busca desenhistas, arte-finalistas, coloristas e letristas para os outros títulos do projeto. O time de roteiristas já está fechado.

Para saber detalhes do projeto e sobre como enviar amostras de sua arte, entre em contato com emiliobaracal@gmail.com.

Os outros títulos do mesmo universo se chamam Os Bandeirantes, Cosmos e Arkanus.

Emílio Baraçal tem 30 anos de idade, mora em Santos, litoral de São Paulo, está no mercado de comunicação, nas áreas gráfica e áudio visual desde 1995. Atua com roteiros desde 1996 e é graduado em diversos cursos na Quanta Academia de Artes, em São Paulo, capital. Traduziu roteiros durante um tempo para a Glass House Graphics Brasil, agência de quadrinhos norte-americana. Escreveu sobre cinema – entre artigos, biografias e críticas – música e comportamento para os extinto site A ARCA (como fixo) e o extinto portal AOL, o portal Uol (esporadicamente nos dois últimos). Ministrou cursos de desenho para o SESC – Santos, ABRA (Academia Brasileira de Arte), Escola Oficina de Artes e diversos cursos e oficinas rápidas tanto de desenho quanto de roteiro para as prefeituras de Santos e São Vicente. Atualmente, além de criar o curso de Roteiro para Cinema, TV, HQ, Teatro e Literatura da Tecnoponta Treinamentos, desenvolve conceitos de séries de HQs para serem publicadas por editoras da área.

Carlos Eduardo Corrales tem 30 anos, mora em São Paulo, na capital, e é formado em Publicidade e Propaganda pela ESPM e em Jornalismo pela PUC-SP. Atuou como publicitário por dois anos, mas por alguns problemas ideológicos com a área, acabou virando jornalista. Criou há seis anos o Delfos (http://www.delfos.jor.br), o maior site nerd de jornalismo parcial reflexivo do mundo, para ter a possibilidade de exercitar uma forma de jornalismo até então inédita no Brasil, com textos opinativos e pessoais, algo entre o jornalismo literário e o gonzo. Seu primeiro contato com a criação de roteiro foi um filme de terror que roteirizou com o colega de Delfos, Carlos Cyrino. Devido à sua visão política ímpar, demonstrada em alguns de seus textos no Delfos, Emílio Baraçal o convidou para fazer parte do ZAP!HQ. Após o convite, fez um curso relâmpago de roteiro com Emílio e já teve que encarar o desafio de roteirizar sozinho o terceiro capítulo.

Cynthia França tem 26 anos, mora em Recife, capital de Pernambuco, e é desenhista e designer. Faz atualmente muitos trabalhos freelancer mas também é fixa em uma agência. Atualmente, é aprendiz de colorista e quadrinhista. Tem uma graduação com láurea em Artes Plásticas pela Universidade Federal de Pernambuco. Evangélica convicta, mas não fundamentalista, defende a máxima “cristãos também podem ser nerds”.

Anarquia model-sheets: Adriana Katsumoto

Cópia-de-Adriana_complete_finalChegou a hora da personagem principal de ANARQUIA, a jovem Adriana Katsumoto, através da inspirada Cynthia França.

Adriana não sabe o que fazer da vida. Ela não sabe que carreira quer seguir. Seu pai anda estranho e sua mãe quase nunca esteve por perto devido ao coma em que se encontra desde que a menina tinha cinco anos de idade.

Entretanto, estranhos e recentes eventos fazem com que Adriana seja obrigada a traçar um penoso e inesperado caminho. Um caminho que pode fazê-la bater de frente com os ricos e poderosos. Quem ela irá se tornar?