VEJA A PÁGINA 01 DO CAPÍTULO 01 DE ANARQUIA

Em comemoração ao Dia do Quadrinhos Nacional, divulgamos aqui a primeira página do primeiro capítulo de Anarquia. Não íamos soltar ainda, mas não poderíamos deixar de dar nossa contribuição às comemorações, certo?

Anarquia é criação de Emílio Baraçal e Carlos Eduardo Corrales (roteiros), Felipe Watanabe (desenhos), Carlos Eduardo Ferreira (arte-final) e Salvatore Aiala (cores).

Anúncios

VEJA O VISUAL DE CAPETA, O PRIMEIRO INTEGRANTE DE OS BANDEIRANTES REVELADO

Eis o primeiro personagem revelado da série Os Bandeirantes. Chama-se Capeta. A arte é de Hélio de Oliveira (lápis) e Carlos Eduardo Ferreira (arte-final). Os Bandeirantes é a única série que ainda não tem colorista.

“Capeta” é o codinome de Adão, um ser criado em laboratório com a mistura do DNA humano com o DNA da raça alienígena capturada em Varginha/MG com a ajuda dos próprios alienígenas capturados em 1996.  Devido a isso, tem apenas sete anos de idade, sendo praticamente uma criança. Sua aparência monstruosa – semelhante a um demônio – lhe valeu seu codinome. Como é o primeiro – e por enquanto, único de sua espécie – ganhou o nome bíblico, Adão.

Adão não tem sobrenome. Ele estranha isso. Ele nasceu e cresceu preso em um laboratório. Ele não conhece nada além disso e quer conhecer o resto do mundo, além de brincar com outras crianças. Tudo que ele quer fazer é conhecer seus pais – que na verdade não tem – e conhecer o resto do mundo, aonde as outras pessoas a seu redor vão que ele nunca sabe. Como toda criança, ele quer brincar. E isso pode ser muito, muito perigoso.

Adão não entende porque as outras pessoas são tão diferentes dele. Ele desconfia de algo errado, estranho e está o tempo todo tentando saber o que está acontecendo. Ao conseguir sair do laboratório, terá um choque com o mundo exterior. O efeito disso nele será muito pesado.

Ele é absurdamente forte e resistente. Consegue também absorver energia cinética – impacto – exercida contra ele, de forma a ficar ainda mais forte. Tem três corações: um bombeia, o outro absorve a energia e o converte em força muscular e o terceiro é seu reserva em casos de excesso de energia, aliviando os outros dois. Fisicamente impossível de ser detido, é vulnerável a poderes mentais, emocionais e magia.

Agora, imagine uma criança de sete anos com tamanho poder e sendo contida o tempo todo… uma hora o barril de pólvora estoura.

Ele gosta de futebol, mas não sabe ainda para qual time torcer.

Com roteiros de Emílio Baraçal, veja mais (na verdade, MUITOS!) detalhes de Os Bandeirantes, clique aqui.

INTEGRANTES DO ZAP! HQ PRÉ-INDICADOS AO EAGLE AWARDS

2012 começando com notícias boas! Neste post mostramos que Jack Herbert e Marcelo Maiolo, respectivamente desenhista e colorista de Arkanus, uma das quatro séries do Zap! HQ, estão concorrendo ao Broken Frontier Awards e ao Horror Comic Awards. Agora, além de os dois estarem pré-indicados ao Eagle Awards, eles tem a companhia de JP Mayer, arte-finalista de Arkanus. Confira:

JP Mayer na categoria Favourite Artist: Inks

Marcelo Maiolo na categoria Favourite Colourist

Marcelo Maiolo é o colorista de Demon Knights, um dos novos 52 títulos da DC Comics que está pré-indicado a duas categorias:  Favourite American Comicbook: Colour e Favourite New Comicbook.

Já a revista Kirby Genesis (da Dynamite Entertaiment) onde o desenhista é Jack Herbert, está pré-indicado na categoria Favourite American Comicbook: Colour. Se reparou, até rola uma rivalidade aí, já que Demon Knights concorre contra Kirby Genesis.

Para votar, basta clicar neste link.

Reiteramos, mais uma vez, o que foi colocado no outro post: se esses três, trabalhando separadamente no mercado americano estão detonando… imagine ao fazer Arkanus aqui no Brasil. Parabéns, trio arkano!