Aula de Roteiro 10

Eis que volto para a análise da 2ª parte do arco “Nova Ordem Mundial”, da Liga da Justiça de Grant Morrison. O nome do capítulo é “O Dia Em Que A Terra Parou”, fazendo alusão ao clássico da ficção científica de 1952, dirigido por Robert Wise.

Ato I

O capítulo começa com uma transmissão jornalística sobre o quartel do Hyperclan, que surgiu do nada na Antártida. Através do repórter ficamos sabendo das últimas novidades dos alienígenas, com destaque para uma promessa que Protex fez – um milagre, na verdade – para aquele dia. Ou seja, ele pretende realizar algo e não sabemos o que é. Morrison apenas em uma página apresenta o “alguém, em algum lugar, querendo – ou fazendo – alguma coisa”.

No Deserto de Góbi, na Mongólia, outra construção alienígena surge. E no Oceano Pacífico, na área do Atol de Midway também. Tudo transmitido pelos telejornais.

No QG da Antártida chegam Protex, Primaid e E-Mortal. Protex diz a eles que dividirá a equipe em três para que cada um fique responsável por um QG. Essa informação complementa a informação dada pelo repórter na página um. Desse modo, fica a pergunta: o que Protex quer com essas construções? Qual a razão delas?

Cortamos para a LJ, que sem perder tempo divide-se em duplas para averiguar as construções. Superman e Batman vão para a Antártida. Mulher-Maravilha vai sozinha para o Oceano Pacífico e O Deserto de Góbi fica com Ajax, Flash e Lanterna Verde. Aquaman, que foi contatado no capítulo anterior ainda não respondeu. As três construções serem erguidas em locais estratégicos do nada faz com que a LJ não fique sem investigar. Esse é o Ponto de Virada 1 do capítulo. Um confronto é inevitável.

Ato II

O Ato II começa com a Mulher-Maravilha chegando ao Pacífico e sendo atacada por Fluxus. Antes que ela dê combate, dá uma chance de conversa ao alienígena, coisa que dispensa dizendo que irá Protex e seus companheiros matarão os superseres e depois escravizarão os terráqueos. Aparentemente a Princesa de Temiscira dá cabo do alienígena. Aquaman finalmente aparece, mas não está feliz. Ele havia ignorado o chamado da Liga e diz isso a Diana, de modo que os ânimos ficam esquentados entre os dois. Entretanto, Aquaman não poderia ignorar uma construção alienígena surgindo do nada em seu reino. Tronix aparece e Mulher-Maravilha dá combate. Aquaman pede ajuda de seus companheiros marinhos para abalar a estrutura do QG. Para azar dele, uma baleia que não é baleia aparece. Quando a Mulher-Maravilha tinha se encontrado com Fluxus minutos atrás, ficamos sabendo que ele é transmorfo. E disfarçado de baleia consegue chegar perto de Aquaman para atrapalhar.  Fluxus e Tronix derrotam Diana e Arthur.

Imediatamente vamos para Flash e Lanterna Verde no Deserto de Góbi. Sabemos que Ajax, que os acompanhava, está atrasado. Não é fácil acompanhar alguém que se move mais rápido do que a luz ou alguém com um anel que lhe transporta a velocidades incalculáveis pelo espaço. Porém, a sensação é de que algo aconteceu com ele.

Züm, o alienígena velocista imediatamente aparece se joga contra o Lanterna, mas Flash o intercepta, começando um combate entre os dois. Para pegar o Lanterna, aparecem Armek e Zenturion.

Cortamos para onde realmente Ajax está. Ele está bem longe dali, em algum lugar obscuro, conversando… com Protex. Ajax pediu, por algum motivo que ainda não sabemos, pra se encontrar em segredo com o líder do Hyperclan. É mais uma pista que Morrison dá de que se trata de marcianos, coisa que ficaremos sabendo em outra hora. Protex propõe a Ajax que ele traia seus companheiros e se junte ao Hyperclan.

Cortamos mais uma vez, sem saber a resposta de Ajax, para Superman e Batman, que estão chegando na Antártida. Batman está usando o Batjato para acompanhar Superman. Ambos detectam a chegada de mais alienígenas. Primaid atinge Superman em cheio.

O Ponto de Virada II é quando E-Mortal investe contra Batman, que contra-ataca com mísseis. Este os agarra e devolve para Batman, atingindo e fazendo seu veículo cair. No capítulo seguinte vemos que Batman sobreviveu e que isso será vital para a derrota de Protex e seus companheiros.

Ato III

Enquanto isso, no chão, Superman luta contra Primaid sem dificuldades, mas Protex aparece portando um pedaço de kryptonita, de modo que domina facilmente o herói.

Protex começa o clássico discurso de vilão e, no meio de suas falas, pergunta a Superman: “Não faz a menor idéia de quem somos, não é?” – mais uma clara indicação que não se trata de personagens criados do nada, eles já existem na cronologia DC. Mas como nunca os vimos antes? Só saberemos no final do arco.

E-Mortal pergunta: “Eu não devia procurar o corpo de Batman?”. Protex responde: “É melhor não se arriscar com as chamas. Se sobreviveu á queda, o frio vai aniquilá-lo. Afinal, é apenas um humano”.

“É melhor não se arriscar com as chamas”. Por que seres tão poderosos e superiores como o Hyperclan tem medo de fogo? Mais outra pista da identidade deles.

Na última página vemos Protex arrastando Superman para dentro do QG enquanto Primaid está perto dos destroços do Batjato, mas com um certo receio de se aproximar. E assim termina o 2º capítulo.

Considerações

Quando escrevemos um arco, geralmente o início do Ato II mostra as consequência terríveis e iniciais do grande problema criado no Ponto de Virada I do arco. Se a LJ não tivesse descoberto que o Hyperclan usou de manipulação mental, é provável que os heróis acreditassem que se tratava de alienígenas benéficos. Mas tal descoberta só pavimentou o caminho para um inevitável confronto, coisa que vemos no 2º capítulo. E Morrison cria muito bem essas consequências ao mostrar vilões que derrotam facilmente a LJ e de forma nunca vista antes. Em uma primeira leitura, dá mesmo a sensação de que os heróis se ferraram de vez.

A tendência do leigo é acreditar que um dos heróis nesse arco é a personagem principal ou mesmo que a personagem principal é a equipe em si. Morrison mascara muito bem Protex ao mostrar os heróis tendo problemas terríveis. Na verdade, a vitória nos confrontos iniciais torna Protex confiante o bastante para ignorar Batman, que como já escrevi, será essencial na derrota dele. Aparentemente a personagem principal não teve tantos problemas, mas apenas aparentemente.

Mais uma vez, quero salientar para não confunda os Pontos de Virada. Como expliquei em outra aula, quando escrevemos uma estória em várias partes, há o Paradigma que cobre todos os capítulos e, portante, tem os Pontos de Virada I e II desse Paradigma. É no Paradigma interno de cada capítulo que aparecem os sub-Pontos de Virada, que auxiliam a estrutura principal. Neste capítulo, a LJ se dividir para investigar os QGs apenas ajudou Protex, pois não foi preciso ir atrás de Superman, Batman, Flash e cia. E Batman ser abatido de modo que há fogo no Batjato só contribui para o Ponto de Virada II do arco, que acontecerá no final do 3º capítulo.

Lembre-se: os sub-Pontos de Virada auxiliam a estrutura principal do arco todo em si. E é isso que vemos aqui.

A LJ – e nós – sabem agora com toda a certeza de que o Hyperclan é hostil. As pessoas ao redor do mundo discordam, mas não viram o que o Hyperclan fez. Elas testemunharam no Ártico que houve confronto, pois Superman foi arrastado por Protex para dentro do QG deles, mas ninguém sabe o que houve entre a LJ e o Hyperclan, de modo que o plano de Protex ainda segue encoberto para o resto do mundo. E ainda há o detalhe de que as pessoas estão sob efeito de domínio mental, o que facilita a luta entre os recém-chegados e os heróis da Terra não ser questionado publicamente. No 4º capítulo veremos porque esse detalhe é tão importante.

Na próxima aula veremos o 3º capítulo de “Nova Ordem Mundial”. Até lá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: