Cikatro: eis o título e primeiras artes

Conforme prometido, eis que as primeiras artes surgem. Cikatro é “cicatriz” em esperanto e agora também o nome do primeiro título da linha mangá da Zap! HQ. Esse é o título que Victor Negreiro fará, conosco, sendo ele, automaticamente oficializado co-autor da série.  Para ver as imagens ampliadas, basta apenas clicar em cima delas. Na primeira ilustração, Magog, principal figura representativa do lado do mal no primeiro arco de histórias. Mais sobre ele? Só quando a história estiver pronta!

No segundo model-sheet, Leo, um dos personagens principais (mas não o principal, revelaremos mais tarde) e grande amigo do misterioso herói. Leo é bem humorado, simpático e fanático por tecnologia e informática.

Abraços!

Anúncios

18 Responses to Cikatro: eis o título e primeiras artes

  1. Opa, tá bonito. Victor capricha mesmo e a cada trabalho ele fica melhor.

  2. Gustavo says:

    Cara, trabalho de muito bom gosto, devo confessar, parabens.
    E confesso que fiquei com um certo medo do olhar do Leo, não dormirei a noite, certeza hahahahaha
    Abração

  3. Andre Alves says:

    Muito bom os desenhos. Mas eu gostaria de ver os protagonistas primeiro, não os vilões.

    Abração ae!

  4. M Santiago says:

    Não é meu estilo de desenho.

  5. M Santiago says:

    Eu acho até essas tentativas infrutíferas de publicar algo aqui no inexistente mercado nacional válidas, mas não acho que isso irá a algum lugar, enfim…

  6. Gostei muito do estilo do primeiro material postado, muito legal ver pessoas incentivando a produção nacional. E por falar em mercado, bom, esse se cria, qualidade e competência para tal, existe, basta dar o ponta pé inicial e e trabalhar forte em todos os aspectos necessários para, de fato, “existir” um mercado de hq’s no páis.

    Sucesso!

  7. M Santiago says:

    Qualidade e competência existe sim ( não existe é mercado ) e quando isso acontece, quem tem qualidade e competência vai para o mercado exterior dos EUA, que é o centro do mundo dos quadrinhos e se ganha trabalhando lá. Exemplo meu mesmo: eu comecei a fazer uma HQ e JÁ recebi sem nem mesmo ainda nem chegar a metada dela, R$ 1000 e isso pois o dólar estar muito baixo e além disso, para um editora pequena. SE fosse uma grande, ganharia muito mais. Quando ganharia isso por aqui? Nunca! E ainda tem gente que se ilude com o inexistente mercado daqui.

  8. Zambi says:

    Concordo com o Fabrício Bohrer. A persistência é essencial para as HQ brasileiras conquistarem seus leitores. Pra mim, cada observação de oposição à idéia soa como um desafio, e desafios servem para se superar.

    Fé na Zap HQ.

  9. Com relação a valores, bom, isso talvez nós brasileiros não tenhamos condições de receber,com raras exceções (atualmente, no futuro, quem sabe?). Mas pra quem quer fazer quadrinhos somente pelo dinheiro e não precisar fazer outros tipos de bico, realmente, tem que procurar outras paragens mais distantes e abonadas financeiramente. Na minha opinião pessoal, existe sim um mercado brasileiro de quadrinhos, Maurício de Souza é uma prova disto.
    Se não ouvesse de fato um mercado, por menor que for, não existira a possibilidade de haver quadrinhos de quaisquer lugar, seja ele produzido aq ou vindo de fora. A gente esquece que o mercado não se move apenas do que é produzido aq no país. Todas as revistas que lemos da Marvel, DC, Dargaud e outras, fazem parte do mercado de quadrinhos brasileiro, pois impregam editores, tradutores, revisores, gráficas, distribuidoras e “n” outras areas de serviço, além do público que consome este material. O que falta para existir um mercado de produção nacional é exatamente o que a ZAP HQ está projetando. Se irá dar certo, e eu torço para que isso aconteça, só o tempo e o trabalho irão responder.

  10. Andre Alves says:

    Eu ponho muita fé na Zap HQ. Pelo que li aqui, a vontade e o potencial do pessoal da Zap HQ é muito grande. Acho sim que é possível criar uma indústria e mercado de HQ brasileiro, o que falta é fazer fazer trabalhos de qualidadde.

    Canso de falar mas volto a repetir: Uma boa história se faz com uma BOA ARTE e um BOM ROTEIRO. Arte boa e roteiro ruim não dá só se vende a primeira edição. Arte meia-boca e roteiro surpreendente também não dá… o primeiro requisito a ser avaliado pelos leitores é A ARTE.

    Se você já conseguiu chamar a atenção de um leitor com a arte, agora, mantenha-o com a história.

    • zaphq says:

      Olá André, tudo bom?

      Aqui no Zap!HQ, se temos ótimos artistas, não temos com que nos preocupar. Dessa maneira, nosso foco é em roteiros no mínimo muito bons. Valorizamos muito uma boa história. Uma boa história com desenhos ruins, embora a arte não ajude, ainda é uma boa história. Uma história ruim, nem um bom desenho salva.

      Obrigado!

  11. M Santiago says:

    Não acho que seja uma idéia de oposição como frisou o missivista acima…até mesmo eu gostaria que existisse o mercado nacional, pois assim eu também tentaria trabalhar nele e GANHAR COM ISSO, o que não acontece atualmente. Se passarem nas bancas, alguém consegue vislumbrar alguma publicação mensal nacional? O que se vê lá? Marvel, DC e mangás bem ruizinhos, diga-se de passagem…o bom mangá está no Japão e não o que é jogado em nossas bancas, mas isso já é outro assunto…Numa coisa eu concordo com o missivista: é realmente um desafio para existir o mercado nacional, um desafio astronômico…

  12. uehuehuhe, aqui no meu estado a gente chama isso de “guri de recado”, mais comummente como “carteiro”, mas tudo bem. Cada um tem seu ponto de vista.

    Bom eu não vou ficar pondo lenha na fogueira em casa alheia, mas não deixarei de espor meu ponto de vista, mesmo que outras pessoas discordem, o que é natural e saudável.

    Sucesso pra vcs ZAP!

    EXCELSIOR!!!

  13. M Santiago says:

    Concordo com um dos missivistas acima: o primeiro item a ser avaliado é a arte…simples assim…Discordando de outro missivista: QUANDO eu menciono que não existe um mercado nacional, me refiro a autores, desenhistas e ou coloristas, pois para editores, tradutores, revisores, gráficas, distribuidoras, é óbvio que existe! QUANDO me referi a não existir quadrinhos nacionais, não incluo Mauricio de Souza, claro…me refiro a quadrinhos no nível de Marvel, DC e cia….e isso se vê aqui? Se virem, me digam, pois eu ainda não pude observar.

  14. M Santiago says:

    Eu sou o primeiro a querer um mercado nacional, pois sou desenhista também e trabalho para fora, quando poderia trabalhar para o mercado interno, mas infelismente, não é o que acontece…morreria de fome se tentasse viver do quadrinho nacional…vejo com descrença essas tentativas de autores ( haja vista esses inúmeros fotologs por aí ) terem seus personagens publicados via internet, enfim…

  15. M Santiago says:

    “Bom eu não vou ficar pondo lenha na fogueira em casa alheia, mas não deixarei de espor meu ponto de vista, mesmo que outras pessoas discordem, o que é natural e saudável.”

    Discordância é salutar, Fabricio, afinal vivemos num país democrático, bem, pelo menos, até o momento…Já imaginou se todos gostassem de novelas, Fausto Silva, Galvão Bueno, esses realities shows e por aí vai? Seria um caos! Por isso, eu discordo quando dizem que existe mercado nacional. Publicar na Internet? É uma opção, mas…sinceramente? Ainda prefiro o velho e bom método de se ler quadrinho…Onde mesmo? No banheiro, cama, numa boa cadeira, numa boa rede, etc. Nada de se ficar virando página na frente dum micro, isso é detestável!

  16. opa =P legal ver elogios, e tb algumas criticas e comentarios sobre o mercado. o mercado nacional anda muito mau das pernas mesmo. mas ele já foi bem grande, tanto em numero de vendas, quanto em quantidade d material nacional. se as coisas esfriaram, temos que dar uma revertida, eu tb trabalho pro mercado americano, e é dificil mesmo tirar a grana do mes, estudar, e desenvolver algum projeto assim pro mercado nacional, mas se fosse pra ter moleza eu tava num emprego publico. muitas vezes eu ja pensei em desistir de varios projetos. mas todo tipo d ferias q eu tenho só me deixa desconfortavel.. melhor continuar desenhando q é oq eu sei fazer mesmo =P

  17. Em nome de todos os fãs says:

    Atualiza pliz! Queremos ver notícias novas do projeto (quase) todos os dias!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: